Estados Unidos

Como trabalhar na Disney: o Cultural Exchange Program

Nos idos de 2007, li em um blog que trabalhar na Disney era possível e mais fácil do que se pensava. Isso nunca tinha sido um grande sonho meu, apesar de que sim, eu fui uma entre milhões de menininhas que criaram expectativas irreais sobre o príncipe encantado em uma idade altamente influenciável graças aos lindos contos de fada interpretados pelos estúdios de Valdisnei.

E apesar de eu nunca ter sequer pensado em trabalhar na Disney antes, a informação de que os funcionários (cast members, ou membros do elenco, no jargão Disney) têm entrada liberada nos parques foi o suficiente pra soltar aquela faísca do PRECISO FAZER ISSO UMA VEZ NA VIDA.

Depois que participei do programa, em 2008/2009, muita gente vinha me perguntar como eu tinha arranjado esse esquema incrível, e percebi que meu blog antigo sobre o assunto não trazia informações muito completas. Então, montei um guia prático com o básico que você precisa saber pra trabalhar na Disney!

Eu não recebi nada pra escrever isso, estou falando o quanto é legal e fácil participar simplesmente porque eu adorei a experiência e quero facilitar a barra pra qualquer pessoa que tenha vontade de ir também.

Já pensou em trabalhar aqui na época de Natal? Foto: Joe Penniston

Já pensou em trabalhar aqui na época de Natal? Foto: Joe Penniston

O que é o programa?

Na época que eu fiz, ele ainda era chamado Disney International College Program, o consagrado “ICP”. O nome mudou, mas, na essência, o programa continua o mesmo.

Trata-se de um programa de trabalho temporário, com duração média de 3 meses, em que a Disney recruta estudantes universitários de alguns países do mundo para trabalharem no complexo Walt Disney World, na Flórida, durante as férias.

Esse programa é bom pra todo mundo. Bom pra Disney porque eles ganham uma mão de obra qualificada que fala pelo menos duas línguas para reforçar a equipe na alta temporada de fim de ano; e bom pra gente porque é divertido pra caramba.

Quem pode participar?

Qualquer pessoa com mais de 18 anos, que fale inglês fluentemente e que esteja matriculado em um curso de graduação reconhecido pelo MEC.

Só isso? Só isso.

Comofaz~ para participar?

Não se engane, este não é um programa comum de work and travel. É um programa específico da Disney, e a única empresa que representa a Disney no Brasil para recrutamento é a STB. E é diretamente com a STB que sua jornada vai começar. Esteja sempre atento às datas! Normalmente o processo de seleção começa em maio de cada ano. Essas informações estão sempre dispostas na página do Cultural Exchange Program no site da STB.

O primeiro passo é fazer um pré-cadastro, no mesmo site. Depois, você vai precisar comparecer a uma palestra onde eles te explicam tudo sobre o programa e o processo de seleção. Fique atento à data dessa palestra na sua cidade, porque se você não for, não poderá participar do programa. Depois dessa palestra, você vai passar por uma entrevista preliminar com a equipe da STB.

Sendo aprovado aqui, você será informado sobre a palestra e entrevista diretamente com os recrutadores da Disney, que geralmente ocorre em São Paulo. Sendo aprovado aqui, pode começar a arrumar as malas porque você vai passar três meses trabalhando na Disney!

Mas o que eu vou fazer lá e onde vou trabalhar?

Equipe da Disney's Days of Christmas, a loja linda onde eu trabalhava

Equipe da Disney’s Days of Christmas, a loja linda onde eu trabalhava

Uma das coisas que eu acho mais legal sobre o programa é a variedade de possibilidades! Você pode trabalhar em qualquer parque ou hotel do complexo, em qualquer posição (role, ou papel). Ao se inscrever, você informa suas preferências, mas não é garantido que você vai trabalhar onde escolheu. No final, é a Disney que escolhe, com base na sua entrevista.

  • Attractions: Os brinquedos! Você vai organizar filas, controlar o brinquedo, ajudar as pessoas a entrarem e saírem dos carrinhos, enfim, tudo o que for relacionado às atrações. Provavelmente ficará em algum parque.
  • Character Performer: Com esse role você vai poder interpretar personagens usando fantasias, aprendendo seus trejeitos, sua assinatura, incorporar mesmo os personagens que a criançada ama. Você precisa passar por uma “audition”, ou teste, assim que chegar lá.
  • Character Attendant: Aqui você estará sempre junto do personagem, organizar a fila, falar com as pessoas, tirar fotos de vez em quando etc.
  • Custodial: Responsável pela limpeza dos parques e hotéis. Parece chato, mas dizem que é um dos roles mais legais porque você fica rodando o parque o dia todo, conversa muito com os guests, e a limpeza nem é tão pesada.
  • Full service food & beverage: Sabe os restaurantes mais top da Disney? É lá que você vai trabalhar, servindo mesas, marcando reservas, lidando com o pagamento dos guests.
  • Quick service food & beverage: Parecido com full service, só que aqui você trabalha nos restaurantes de fast food, no balcão, na chapa, no carrinho de pipoca etc.
  • Housekeeping: Responsável pela organização dos quartos nos hotéis. Não conheço muita gente que fez isso.
  • Lifeguard: Salva-vidas nas piscinas dos hotéis. Também precisa passar por um teste de resistência e preparo físico no início do programa.
  • Merchandise: Trabalhar nas lojas dos parques, hotéis e Downtown Disney. Você vai ficar no caixa, organizar o estoque, arrumar a loja e ajudar os guests a encontrar o que eles procuram.
  • Bell Services: Trabalhar na recepção dos hotéis, fazendo check-in/check-out, reservas, etiquetando bagagem etc.

Onde eu vou morar?

Essa é uma das partes mais legais de toda a experiência! A Disney tem 4 condomínios destinados aos participantes dos vários programas de trabalho temporário. São complexos enormes com centenas de apartamentos onde moram 2, 4, 6 ou 8 pessoas. Você sempre divide o quarto com mais uma pessoa, que pode ser de uma nacionalidade e cultura diferente da sua.

Além disso, imagine morar num lugar onde todos os seus amigos são seus vizinhos. É só andar um pouquinho e bater na porta que seus amigos estão logo ali. Isso possibilita uma vida social super intensa, sempre tem alguma festa em algum apartamento, e você sempre pode se reunir com os amigos/vizinhos pra fazer uma comidinha ou beber algo ou só bater papo.

Meu quarto no meu primeiro apartamento

Meu quarto no meu primeiro apartamento

Os condomínios têm uma estrutura bem completa, com piscina, academia, quadra esportiva, sala de informática, e ônibus fornecidos pela Disney pra te levar e te trazer do trabalho. Você paga em média 100USD por semana de aluguel, valor descontado diretamente do seu pagamento semanal.

Quanto vou ganhar e quanto vou gastar?

Falando em pagar, vamos falar de dinheiro! Você não paga nenhuma taxa para participar do programa, mas precisa arcar com a passagem, seguro viagem e custos de visto, tudo organizado de forma bem prática pela STB.

Chegando lá, você vai receber 7,93 USD (valores relativos a 2014) por hora trabalhada, sendo que você vai trabalhar um mínimo de 30 horas por semana. Essas horas podem aumentar muito dependendo do que você faz e onde trabalha, então seu salário pode variar.

Quando fui para o Super Greeter, um outro programa de trabalho na Disney, botei na ponta do lápis todos os gastos e ganhos que teria, que são basicamente os mesmos do Cultural Exchange Program. O resultado é explicado com detalhes no post “Quanto custa trabalhar na Disney?”.

É importante destacar que este não é um programa que possibilita que você junte uma grana legal em dólar pra levar de volta pro Brasil. No final das contas, você vai acabar pagando para trabalhar e vai voltar liso, mas é um valor mínimo perto do que toda a experiência pode oferecer! Você ainda tem benefícios do tipo entrar nos parques de graça sempre quiser, poder levar a família para os parques de graça, e ter descontos de 20% nos produtos da Disney. Eu, pessoalmente, considero que vale a pena.

Saiba mais

A melhor fonte de informações sobre o programa são os grupos do Facebook de cada ano. Na minha época eram as comunidades do Orkut, mas hoje em dia basta você pesquisar no Facebook a comunidade de Cast Members do ano que logo vai ter quilos de informações e você vai poder tirar todas as suas dúvidas!

Ainda tá em cima do muro? Veja como foi a minha experiência.

Leia também

22 Comentários

  • Responder
    ana paula marra
    23 de janeiro de 2015 às 17:41

    Olá Maria, tenho uma dúvida, eu gostaria de fazer parte do programa de 2015/2016, e queria saber quando costuma ser a primeira seleção, se é em maio, e se já nessa seleção tem a entrevista em inglês, e, se para tirar o visto, o stb que ajuda ou eu tenho que ir atras sozinha?Obrigada

    • Responder
      Maria Thereza M.A.
      27 de janeiro de 2015 às 01:17

      Oi Ana Paula, tudo bem?
      É tudo em inglês, desde a primeira seleção! Quanto ao visto, você tem que comparecer ao consulado e arcar com os custos do visto por conta própria, mas a STB te dá toda a orientação passo a passo, é só seguir as instruções deles que não tem erro 🙂
      Boa sorte!

  • Responder
    Yasmin
    9 de fevereiro de 2015 às 12:46

    Oi Maria, tudo bem? Adorei o seu artigo sobre o ICP! Você saberia me informar se o programa abre opções para quem só possui 1 mês de férias?
    Obrigada!

    • Responder
      Maria Thereza M.A.
      9 de fevereiro de 2015 às 15:49

      Oi Yasmin, tudo bem? Infelizmente não tem essa opção! O programa dura entre 9 e 10 semanas 🙂

  • Responder
    Isabella
    8 de março de 2015 às 13:42

    Oi Maria!!!
    eu pinto o meu cabelo e me falaram que eles são bem
    criteriosos com piercings, tatuagens e cabelo pintado. tem que ter o disney
    look.. o que voce acha? isso me deixou preocupada..

    • Responder
      Deh
      16 de agosto de 2015 às 02:54

      Isabella, que cor vc pinta? Pq se for cor que pareça natural n tem problema mas ja cores como azul roxo verde vai contra o disney look, sobre as tatuagens e piercings nao podem ser aparentes

  • Responder
    Lorena
    13 de setembro de 2015 às 01:58

    Olá Maria,
    Estou querendo muito trabalhar na disney, mas queria para o período de dezembro de 2015 a fevereiro/março, será que ainda vai haver alguma seleção? Sou formada em inglês, desde 2013 mas depois disso, não tive mais a oportunidade de exercitar a lingua, a não ser em viagens.
    E esse ano estou mais livre para essas atividades. Queria muito, me ajuda 🙁

    • Responder
      Maria Thereza M.A.
      14 de setembro de 2015 às 22:44

      Oi Lorena! Infelizmente, este ano não dá mais. O processo de seleção começa em junho todos os anos, fique ligada pro ano que vem e boa sorte 🙂

  • Responder
    Ana
    26 de setembro de 2015 às 04:25

    ola!!
    sobre a universidade sô pode curso de 4 anos
    faço secretariado trilíngue na fatec são paulo e tecnólogo
    será q rola,pro ano q vem ???

    • Responder
      Maria Thereza M.A.
      28 de setembro de 2015 às 16:00

      Não sei, Ana, entre em contato com STB e eles vão saber te informar melhor 🙂

  • Responder
    Ana Paula
    6 de novembro de 2015 às 15:46

    Olá Maria. É necessário falar inglês fluente ? Serve intermediário ? Minha filha tem interesse em participar do programa, e entende e lê perfeitamente, mas não tem muita prática na conversação. Inclusive um dos objetivos em participar do programa é de aprimorar essa parte.

    • Responder
      Maria Thereza M.A.
      9 de novembro de 2015 às 09:18

      Oi, Ana Paula! É imprescindível ter inglês fluente, sim, porque ela vai precisar falar muito com muita gente lá. Aprender inglês não é o objetivo do programa, o objetivo é ter uma experiência de trabalho no exterior em uma das maiores empresas do mundo.
      Já que a seleção do ano que vem só abre em junho, ela tem um tempinho pra ir treinando conversação por aqui mesmo.
      Boa sorte 🙂

  • Responder
    Matheus Borges
    23 de novembro de 2015 às 00:57

    Maria, tudo bem?

    Primeiro, parabéns pelo blog. Seus relatos são ótimos e extremamente úteis. Eu tenho uma dúvida sobre o ICP em relação a faculdade. Meu calendário aqui acaba só no meio de Dezembro. É possível fazer o programa, ou meu calendário não serve pra tal?

    Obrigado desde já!

    • Responder
      Maria Thereza M.A.
      23 de novembro de 2015 às 13:03

      Oi, Matheus! Não sei te informar. Entre em contato com a STB que eles resolvem todas as suas dúvidas administrativas!
      Beijos e boa sorte 🙂

  • Responder
    Larissa
    8 de dezembro de 2015 às 11:13

    Oi Maria! Uma dúvida, vc deve estar cursando o último semestre de faculdade na inscrição ou quando for viajar? Por exemplo, a pessoa pode se inscrever no último semestre, mas quando for viajar, no semestre seguinte, ter concluído o curso?

    • Responder
      Maria Thereza M.A.
      8 de dezembro de 2015 às 20:31

      Oi, Larissa! Em nenhum dos dois. Você não pode viajar tendo concluído o curso, por isso eles exigem que você esteja no máximo no penúltimo semestre na hora da inscrição.

      Beijos e boa sorte!

  • Responder
    Giovanna
    29 de março de 2016 às 19:52

    Oi, Maria! Primeiramente, quero elogiar seu blog, gostei muito dele!
    Os testes são muito rigorosos?
    Eu falo inglês bem, mas não cheguei a me formar, faltou apenas um ano (cheguei ao avançado), mas fiquei preocupada se isso pode significar uma reprovação no tal teste. E aliás, como é esse teste? Eles fazem que tipo de perguntas?
    Bjs,
    Giovanna

    • Responder
      Maria Thereza Moss
      30 de março de 2016 às 10:27

      Oi, Giovanna, obrigada! Bom, você não precisa ser formada em inglês, só tem que falar bem, manter uma conversa normal. Eu falei com detalhes sobre as entrevistas aqui.
      Beijos!

  • Responder
    Laís
    16 de maio de 2016 às 16:57

    Olá Maria, gostaria de saber se eles são muito rigorosos nas entrevistas e com o currículo, se preferem algo mais despojado ou mais formal?

  • Responder
    Mariana
    1 de março de 2017 às 09:55

    Oi Maria, estou querendo muito participar do programa e já estou juntando as economias necessárias para a passagem e o seguro que eles pedem. Estou preocupada com o processo de seleção, queria saber que tipo de perguntas eles fazem, se existe um perfil específico que eles procuram, etc. Qualquer informação sobre o processo seletivo já ajuda.
    Obrigada desde já

  • Deixe um comentário