Causos e reflexões

A coragem de ficar no mesmo lugar

Quando estamos em alguma fase difícil da vida, fazer uma viagem para se distrair e ter tempo para colocar as coisas em outra perspectiva pode ser muito terapêutico, mas não deixa de ser uma espécie de fuga. Tem horas que o que a gente precisa mesmo é ficar parado e explorar e entender o que está no nosso mundo interno em vez do mundão lá fora.

E isso é bem assustador.

Às vezes coragem é comprar aquela passagem pra Mongólia. Às vezes é cancelar seu vôo. Às vezes é se jogar em uma cultura nova, uma língua nova, um lugar novo. Às vezes é olhar pro seu próprio teto durante horas dizendo que você não vai desistir de você, que vai ficar no mesmo lugar e aprender a transformá-lo num lugar diferente. Às vezes os seus demônios te puxam pra ficar, às vezes te empurram pra ir. Às vezes você precisa ficar parado tempo o suficiente para entender como seu coração é despedaçado. Às vezes você precisa pegar a estrada pra se lembrar de como juntar os pedaços.

Traduzido do post The courage to say in one place do incrível blog/site/portal viajante Matador.

Leia também

4 Comentários

  • Responder
    Stephanie
    24 de janeiro de 2014 às 23:10

    *-*

  • Responder
    Talita
    26 de janeiro de 2015 às 22:13

    Li uma, duas, três, quatro vezes… e cada vez que leio novamente é como se ouvisse uma voz dizendo, “é isso mesmo Talita, é preciso coragem pra partir, mas é preciso mais coragem ainda para ficar, encarar a realidade e se redescobrir ai mesmo, onde vc esta…”
    é difícil, é assustador e honestamente me sinto mais perdida que quando viajei pela primeira vez, quando sozinha, sem falar inglês e sem nunca ter saído da minha cidade natal, resolvi passar uns tempos na Australia.

  • Responder
    Jeh
    27 de janeiro de 2015 às 10:25

    <3 Muito eu!

  • Responder
    Dayana Rodrigues
    4 de fevereiro de 2016 às 10:57

    Que Lindooooo..
    Cada vez mais inspirada a viajar pra me encontrar lendo o seu blog!

  • Deixe um comentário